De regresso a Campos

paginas-desdeblanco_costa_fonte_gago_goncalves_2016_a_modern_age_bar_reports

Nestes últimos dias os nossos colegas Rebeca Blanco-Rotea, Jose Costa, João Fonte y Manuel Gago receberam boas notícias. O seu trabalho “A Modern Age redoubt in a possible Roman camp. The relationship between two defensive models in Campos (Vila Nova de Cerveira, Minho Valley, Portugal)” – Um reduto de época moderna num possível acampamento romano. A relação entre dois modelos defensivos em Campos (Vila Nova de Cerveira, Portugal)- foi publicado no último número da prestigiosa revista Journal of Archaeological Science: Reports (JAS-REP).

Já tínhamos falado aqui sobre este interessante sítio. Durante a Guerra da Restauração Portuguesa (1640-1668), construíram-se uma série de fortificações ao longo da fronteira hispano-portuguesa. O estudo arqueológico desses sítios combinou diferentes disciplinas (arqueologia da paisagem, arqueologia da arquitectura, tecnologias geoespaciais e estudos documentais) com a intenção de registrar uma antiga paisagem fortificada. Este projecto revelou a existência de um conjunto de pequenas fortificações à volta da Fortaleza de San Luís Gonzaga (Valença, Portugal), muitas das quais desapareceram com a assinatura do Tratado de Lisboa em 1668. Na zona de Campos (Vila Nova de Cerveira, Portugal), documentou-se uma provável fortificação de época moderna mediante análise da fotografia aérea, que uma zona industrial tinha destruído o lugar em época recente. Alem disso, encontrava-se no interior de uma estrutura de maiores dimensões, de planta quadrangular, que se identificou como um possível acampamento romano.

fig5

Juntamente com José Alberto Gonçalves (Universidade de Porto), os nossos colegas analisam neste artigo ambas fortificações, o processo metodológico desenvolvido para a sua identificação e estudo, a sua possível interpretação histórica e como ambos interagem entre si. Convidamos-vos a ler (o  artigo é acessível em aberto até ao próximo dia 15 de Dezembro) e a descobrir, ao largo de seu texto e imagens, um interessante pedaço da história partilhada por portugueses e galegos.

Leave a Comment

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

*